Identidade Visual - Circulo Aletheia - final - horizontal

    Círculo Aletheia

    No Círculo Aletheia assumimos o compromisso com o desenvolvimento da consciência através da exposição aos movimentos do espírito. É um processo fenomenológico que nos desocupa internamente de distúrbios, tensões, padrões e silencia nossa consciência, trazendo presença.
    Existem diversos níveis de acesso e comprometimento, com processos em grupo e trabalhos individuais. A cada encontro são passadas propostas e práticas capazes de abrir a nossa consciência para o contato com o espírito, através da percepção dos movimentos internos e do serviço ao outro.
    Nossa meta é a formação de uma consciência em paz com a natureza humana e disponível a crescer nas relações com o mundo através do contato com o espírito.
    Esta prática cresce na medida em que a pessoa transporta para o cotidiano os ensinamentos passados no grupo. Espiritualidade é uma forma de viver.

    Aletheia – uma prática de meditação e cuidado com a vida

    Aletheia é uma prática de meditação e cuidado com a vida que revela os movimentos do espírito. Meditar é essencialmente tomar a própria medida, se alimentar da fonte do espírito e, enquanto consciência, ser capaz de respeitar e transmitir seus movimentos. Significa tornar a própria consciência o veículo do espírito em movimento e convidar para a vida suas bênçãos.
    O que se revela durante o processo é fruto que brota de nossa natureza interna e, sendo assim, é destinado a nos alimentar, curar e levar adiante em nossa realização no mundo.

    Formas de acesso ao Círculo Aletheia

    Existem variados níveis de acesso ao Círculo Aletheia:

    Atendimento Aletheia

    Desenvolvimento Aletheia

    Estudos e Meditações

    Mauro Buhler

    Mauro Buhler

    Integrante da tradição do Beija-flor, ensina um caminho de cura e conhecimento que valoriza a responsabilidade e um senso ético de liberdade, compondo um trabalho de extrema beleza e comunhão entre espiritualidade e vida. Criador do Círculo Aletheia e do Tzadik – Processo de Formação de Consciência, ensina uma prática de cuidado com a vida que revela os movimentos do espírito e desenvolve consciência.

    No Brasil e na Europa, promove a cura através de processos de formação, terapias, cursos e workshops, fundamentado no desenvolvimento da prática Aletheia, nos ensinamentos da tradição xamânica do Beija-flor, nos conhecimentos da Cabala, na filosofia aplicada, em estudos de Carl G. Jung, nos ensinamentos de Bert Hellinger, terapias sistêmicas e diversos sistemas de práticas de cura com as mãos.

     

    PROPOSTA DE CAMINHO

    Começamos com uma postura muito essencial: um simples testemunho da presença do outro – isto nós denominamos de olhar carinhoso. Este olhar não é uma bondade, mas sim um reconhecimento silencioso da simples presença de um outro. O que isto revela é grandioso, pois serve à vida como um todo. Ambos se encontram inseridos ou vistos, no próprio processo que revela todo ser em sua simplicidade, sem julgamentos, adjetivos ou conclusões.

    Esta é uma postura que requer uma atenção desperta e coerente com o permanecer em silêncio. Apesar de simples, esta prática muitas vezes nos é estranha, pois nos encontramos demasiadamente atordoados e legitimados em ideais, e somos ligeiros em concluir a nós mesmos, ao outro e a própria vida, assim nos retirando do contato com o espírito. Fazemos isto para nos evadir do espaço, a princípio angustiante, de não saber e ainda sim ser. O ser não é legitimado num saber específico, mas na sua própria presença. Quando a nossa consciência se distancia deste silêncio, que serve como uma terra original de onde brota toda alteridade, nos perdemos de nós mesmos e nos refugiamos nas coisas e nos outros. Surge assim, como consequência disto, o medo de perder e não o medo legítimo, o desejo insaciável e não o desejo legítimo. Desta forma, perdemos, sem a justa medida, a grande oportunidade de revelar o autêntico como consequência de habitar o único espaço do eu sou que me cabe enquanto distinção e que me revela na igualdade do lugar de habitação do eu sou do outro. Um verdadeiro outro, que pode me tocar e me transformar por ser também porta aberta da existência que experimenta, através de si, uma outra profundidade do humano.

    Refazemos neste processo o convite para a consciência de ver de novo e sempre o desconhecido, reconhecido em nossa humanidade, sem álibis, defesas, bondade moral ou arrogância, ou simplesmente sem outra intenção que não a de meramente participar da revelação de uma presença. Nos propomos a servir através do silêncio.

    Cada participante é convidado a transformar sua própria experiência vivida num valor capaz de trocar e servir de proposta de cura para um outro. Isto nos leva a habitar nossa própria história.

    Saiba Mais:

    Proposta de Caminho

    Nossa Filosofia

    Princípios do Caminho

     

     (21) 99803-9696 / (21) 98565-2347
    O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.